• Detalhes concurso MAPA 2017:
  • Concurso: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Concurso Mapa)
  • Banca organizadora: ESAF
  • Cargos: Fiscal Federal Agropecuário
  • Escolaridade: Nível superior
  • Número de vagas: 300
  • Remuneração: R$ 14 mil
  • Inscrições: Entre 2 e 16 de outubro de 2017
  • Valor da inscrição: R$ 120
  • Data da prova objetiva: 26 de novembro de 2017
 
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Concurso Mapa) divulgou no Diário Oficial da União desta terça-feira, dia 26 de setembro, o edital de abertura de seu concurso público com o objetivo de preencher 300 vagas para a função de Auditor Fiscal Federal Agropecuário – área Medicina Veterinária.
Esse cargo é destinado a graduados na área, com registro nos conselhos federal ou regional de Medicina Veterinária. Os ganhos são de R$ 14.584,71 (quatorze mil, quinhentos e oitenta e quatro reais e setenta e um centavos), com jornada de trabalho flexível conforme a necessidade do posto de trabalho, de 40 horas semanais.
A Escola de Administração Fazendária – ESAF organiza o certame e as inscrições ficam abertas no período compreendido entre 10 horas do dia 02 e 23h59min do dia 16 de outubro de 2017, considerado o horário de Brasília-DF, mediante o pagamento da taxa a ela pertinente, no valor de R$ 120,00 (cento e vinte reais), por meio de boleto eletrônico, pagável em toda a rede bancária.
O certame contará com provas objetivas e análise de títulos.  No concurso também há reserva de vagas para negros (20%) e Deficientes.
Os candidatos aprovados no concurso serão nomeados e terão lotação e exercício nas unidades administrativas do Mapa. O prazo de validade do concurso será de 2 (dois) anos, prorrogável por igual período, contado a partir da data de publicação do edital de homologação do resultado final do concurso.
 
Provas concurso MAPA efetivos
A primeira prova está agendada para 26 de novembro. Serão 120 questões de Conhecimentos Gerais e Específicos.
         Serão convocados para realização da prova discursiva, por meio de Edital a ser publicado no DOU, os candidatos aprovados nas provas objetivas na forma estabelecida no subitem 12.3 deste Edital, até 3 vezes o número de vagas oferecido neste Edital.
 
Programa das provas concurso MAPA efetivos
PROVA OBJETIVA 1:
CONHECIMENTOS GERAIS
LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Compreensão textual. 2. Ortografia. 3. Semântica. 4. Morfologia.
5. Sintaxe. 6. Pontuação. 7. Manual de Redação Oficial da Presidência da República.
LÍNGUA INGLESA ou ESPANHOLA: 1. Gramática. 2. Intepretação de texto técnico de inspeção de produtos de origem animal.
DIREITO CONSTITUCIONAL, DIREITO ADMINISTRATIVO E ÉTICA PÚBLICA: DIREITO CONSTITUCIONAL:
1. Direitos e garantias fundamentais. 1.1. Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais, direitos de nacionalidade, direitos políticos, partidos políticos. 2. Organização político-administrativa do Estado. 2.1. Federalismo brasileiro: União, Estados, Distrito Federal, Municípios e Territórios Federais. 3. Administração pública. 3.1. Disposições gerais, servidores públicos. 4. Poder Executivo. Direito administrativo: 1. Regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais (Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990). 2. Processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal (Lei nº 9.784, de 29 de janeiro 1999). 3. Prazo de prescrição para o exercício de ação punitiva pela Administração Pública Federal (Lei nº 9.873, de 23 de novembro de 1999). 4. Sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional. (Lei nº 8.429, de 02 de junho de 1992). 5. Normas de conduta dos servidores públicos civis da União (Lei n° 8.027 de 12 de abril de 1990). Ética Pública: 1. Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal (Decreto nº 1.171 de 22 de junho de 1994).
INFORMÁTICA BÁSICA: 1. Sistema operacional: ambientes Windows. 2. Conceitos de Internet e Intranet. 2.1. Utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet e Intranet. 3. Ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de busca e pesquisa. 4. Aplicativos para edição de textos e planilhas, geração de material escrito e multimídia (BrOffice e Microsoft Office). 5. Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas.
 
PROVA OBJETIVA 2:
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal: 1. Inspeção industrial e sanitária dos produtos de origem animal (Lei nº 1.283, de 18 de dezembro de 1950 e Lei nº 7.889, de 23 de novembro de 1989). 2. Regulamentação da Lei nº 1.283, de 18 de dezembro de 1950 e Lei nº 7.889, de 23 de novembro de 1989 (Decreto nº 9.013 de 29 de março de 2017 e alteração introduzida pelo Decreto nº 9.069 de 31 de maio de 2017). 3. Normas técnicas de instalações e equipamentos para abate e industrialização de suínos (Portaria 711 de 1° de novembro de 1995). 4. Regulamento Técnico da Inspeção Tecnológica e Higiênico-Sanitária de Carne de Aves (Portaria n° 210 de 10 de novembro de 1998). 5. Controle e monitoramento de Salmonella spp. nos estabelecimentos avícolas comerciais de frangos e perus de corte e nos estabelecimentos de abate de frangos, galinhas, perus de corte e reprodução, registrados no Serviço de Inspeção Federal (Instrução Normativa nº 20 de 21 de outubro de 2016). 6. Procedimentos de Controle da Listeria monocytogenes em produtos de origem animal prontos para o consumo (Instrução Normativa nº 09, de 08 de abril de 2009). 7. Regulamento Técnico sobre as condições Higiênico-Sanitárias e de Boas Práticas de Fabricação para Estabelecimentos Elaboradores/Industrializadores de Alimentos (Portaria nº 368, de 04 de setembro de 1997). 8. Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle – APPCC a ser implantado, gradativamente, nas indústrias de produtos de origem animal sob o regime do Serviço de Inspeção Federal – SIF (Portaria nº 46, 10 de fevereiro de 1998). 9. Patógenos de interesse de saúde pública implicados em surtos alimentares por consumo de produtos de origem animal. 10. Regulamento Técnico de métodos de insensibilização para o abate humanitário de animais de açougue (Instrução Normativa n° 03, de 17 de janeiro de 2000).
 
Fonte: Gran Cursos
 

 

Nossa localização